Azevedo, M.A.; Guerra, V.N.A.; (1995). Violência doméstica na infância e adolescência. São Paulo: Robe.
66
Detalhes do Projeto

Este livro faz parte de uma série de ENCONTROS COM A PSICOLOGIA.

ENCONTRO significa, em Português, tanto o dar de frente intencionalmente quanto o deparar-se fortuitamente.

Nesta obra, as autoras privilegiam o primeiro significado, já que não acreditam em SERENDIPIDADE(1) no processo de construção do conhecimento, especialmente no tocante a Violência Doméstica, a violência praticada no lar contra crianças e adolescentes.

Por isso mesmo, constitui uma incursão introdutória à referida problemática. Incursão essa que permite ao leitor ir respondendo ao O QUE, ao COMO, ao PORQUE do fenômeno.

Ao mesmo tempo, fica claro que os ENCONTROS com a PSICOLOGIA da violência doméstica – enquanto violência impensável e inaceitável na infância e na adolescência – são encontros ainda recentes, pouco sistematizados e que têm que ser encarados no contexto de uma atuação profissional necessariamente transdisciplinar e multiinstitucional.

 (1)    Alusão aos Tales of Serendip, contos nos quais se trata de uma terra imaginária onde as coisas boas eram encontradas por acaso.